A MERCEARIA DO FUTURO É MÓVEL E O GERENTE É UM ALGORITMO

Em 16 de junho de 2017 por Torba Azenha em Destaque, Highlights, Inteligência Artificial

Torba Azenha

Já começou a “andar” por Shanghai o Moby, a primeira loja de conveniência 24 horas que não tem empregados ou caixas registradoras, mas tem rodas e é projetada para ir sozinha se reabastecer de mercadorias e até fazer entregas na casa dos consumidores (quando os veículos autônomos estiveram regulamentados).

Parecido com o sistema que vem sendo testado pela Amazon (ver Amazon Go mostra um pouco do futuro), o Moby foi desenvolvido pela startup sueca Wheelys em parceria com a China’s Hefei University and Himalayafy.
Para usar a loja, você baixa um aplicativo e usa seu telefone para abrir a porta e, ao fazer compras, você digitaliza o que deseja comprar ou coloca em uma cesta inteligente que rastreia suas compras. E vai para casa.
Os idealizadores apostam no sucesso do Moby porque os maiores custos de uma loja são o aluguel de bons pontos de venda e a equipe. Eles estão removendo esses dois custos ao mesmo tempo.