“ARCA DE NÓE” PARA SALVAR A CIÊNCIA DO DILÚVIO TRUMP

Em 17 de fevereiro de 2017 por Torba Azenha em Highlights, Pesquisa

Torba Azenha

Cientistas, “hackers” e estudantes americanos estão coletando e salvando arquivos da NASA e de outros órgãos governamentais de ciência, principalmente os dados referentes aos estudos sobre mudanças climáticas. Um mutirão com centenas de voluntários que estão sendo chamados de “diehard”. Eles acreditam que a administração Trump vai fazer desaparecer, ou bloquear o acesso, à todas as pesquisas que não se enquadrem aos seus conceitos.

 Os “duros de matar” já formam mais de 20 grupos que se dedicam a essa tarefa nos EUA. Grupos como o DataRefuge e o Environmental Data and Governance Initiative, que se organizou em Berkeley para coletar dados dos programas de ciências do clima da NASA e do Departamento de Energia, estão fazendo mais do que arquivar. Eles estão construindo sistemas robustos para monitorar as mudanças em andamento nos sites governamentais. E eles estão acompanhando o que já foi removido, porque a “poda” já começou.

A coleta de dados é metódica. Cerca de metade do grupo coloca rastreadores na web em páginas do governo que podem ser mais facilmente copiadas e enviam os textos para o “Internet Archive”, uma “Arca de Noé” digital composta por bilhões de instantâneos de páginas da web. A outra metade do grupo trabalha em mais projetos mais complicados, páginas com muitos links, bancos de dados e gráficos interativos.