Pesquisa

ENCOMENDAS DE EMPRESAS IMPULSIONAM A PESQUISA NO BRASIL

Em 31 de outubro de 2016 por HiArbix em Highlights, Pesquisa

Torba Azenha

Uma categoria pouco conhecida de organização está ajudando a dar um novo fôlego para o sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no país. São os institutos privados (no geral, sem fins lucrativos), que estão pesquisando, sob encomenda, para empresas e órgão públicos. Só no estado de São Paulo são 18, segundo o Relatório de Atividades 2015 da FAPESP, e estão envolvidos com pesquisas nas áreas de saúde, tecnologia da informação, telecomunicações e agronomia.

Um exemplo deste trabalho é o do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), antigo centro de pesquisas da Telebras, que recentemente estabeleceu um novo recorde de distância e taxa de transmissão de dados enviados por uma fibra óptica. Esse tipo de pesquisa também propicia que alguns projetos acabem se transformando em startups de sucesso, como a BrPhotonics (Ver Europeus recomendam investimento em startup brasileira).

Outro caso de destaque é o Instituto de Pesquisas Eldorado, sediado ao lado do campus da Universidade Estadual de Campinas, que, montado pela Motorola em 1999, teve que buscar novas fontes de financiamento a partir de 2009, quando a empresa americana abandona a organização. E encontrou o caminho. Só ano passado, o instituto realizou cerca de 140 projetos de pesquisa com mais de 60 empresas diferentes, entre as quais a Dell, a Samsung, a IBM e também a Motorola.

Políticas públicas são fundamentais para o investimento de empresas nesses institutos, como a Lei de Informática (dos anos 1990), que reduz o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para empresas que aplicam parte de seu faturamento em pesquisa.