ENERGIA RENOVÁVEL EMPREGA 9,8 MILHÕES NO MUNDO. NO BRASIL 876 MIL

Em 19 de junho de 2017 por Torba Azenha em Destaque, Energia, Highlights

Torba Azenha

Relatório da International Renewabre Energy Agency (IRENA) apresentou dados muito impressionantes, não só da produção, como da geração de empregos proporcionados pelas energias limpas. Resultados muito bem-vindos, inclusive os referentes ao Brasil.

O crescimento da indústria de energia solar é o mais marcante. De quase nada no início dos anos 2000, a capacidade solar mundial hoje é de 305 gigawatts.

Um estudo feito pela SolarPower Europe registra que EUA e China quase duplicaram a produção de energia solar entre 2015 e 2016.

A China provou que está levando muito a sério suas intenções de mudar a grade de geração. O país tornou-se o maior produtor de energia solar (em termos de capacidade) no mundo. Hoje a indústria de energia renovável chinesa emprega mais de 3,6 milhões de trabalhadores para produzir 77.42 gigawatts.

O Brasil é o segundo país com mais empregos em energias renováveis no mundo, com 876 mil postos de trabalho. Destaque para a energia eólica. Veja os dados ABEEólica (Associação Brasileira de Energia Eólica):

– 11,03 GW de potência instalada.
– 443 Parques, com mais de 5.700 aerogeradores
– 15 Empregos gerados a cada mw. No ano passado, foram 30 mil empregos gerados.
– Cerca de US$ 5,4 bilhões investidos em 2016. Somando o período de 2009 a 2016, o investimento chega a US$ 32 bilhões.
– Em 2016, foram gerados 33,15 TWh de energia eólica (quase todo o consumo residencial do Estado de S.Paulo, que é de 38,2 TWh)
– Em 2015, a energia eólica abasteceu cerca de 53 milhões de pessoas no País, uma população equivalente ao Norte e Sul somadas.
– A energia eólica é responsável por 7,1% da matriz elétrica brasileira.
– Há cerca de 7 GW já contratados para serem implantados até 2020.

O relatório completo da IRENA está disponível para download aqui.