Diagnóstico rápido e precoce

PARCERIA UNESP/OXFORD CRIA TECNOLOGIA QUE DETECTA DOENÇAS

Em 21 de novembro de 2016 por HiArbix em Highlights, Saúde

Torba Azenha

Biossensores ultrassensíveis para o diagnóstico rápido e precoce de uma série de doenças, como câncer de mama e de próstata, mal de Parkinson e Alzheimer (e várias outras) são o resultado da plataforma tecnológica desenvolvida por pesquisadores do Instituto de Química da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Araraquara, em parceria com colegas da University of Oxford, da Inglaterra.

O método consiste na medição da presença de anticorpos específicos, proteínas ou outros biomarcadores (parâmetros biológicos mensuráveis) numa amostra de sangue por meio de eletrodos microscópicos.
Os cientistas não descartam a possibilidade de utilizar a tecnologia para fazer diagnóstico emergencial de outras doenças, como a dengue e as causadas pelo Zika vírus.

A tecnologia resultou em cinco patentes e numa “spin-off” (empresa de base tecnológica derivada de uma instituição de pesquisa) que licenciou três das cinco patentes e pretende ampliar o desenvolvimento da plataforma tecnológica.

A tecnologia foi apresentada em uma palestra realizada no último dia 17, durante a FAPESP Week Montevideo.