VÍDEO HIPER-REALISTA, FEITO COM IA, SERÁ O FUTURO DAS “FAKE NEWS”?

Em 21 de julho de 2017 por Torba Azenha em Destaque, Highlights, Inteligência Artificial

Torba Azenha

E se as “Fake News” começarem a assumir outra forma, com a ajuda da inteligência artificial?
Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Washington descobriu uma maneira de usar redes neurais para gerar um vídeo falso de Barack Obama. Com clipes de áudio e algoritmos, eles manipularam os movimentos bucais para gerar um vídeo do ex-presidente tão realista (e sem cortes) que fica impossível distinguir entre o vídeo manipulado e o original.

Enquanto os pesquisadores imaginam usar esta tecnologia para fins benignos, é fácil imaginar seu potencial para a disseminação de informações falsas.
Manipular o movimento dos lábios de uma pessoa para se alinhar com um novo áudio não é nada novo. A diferença desta tecnologia é que os algoritmos aprenderam quais formas da boca estavam ligadas a vários sons. O resultado é um Obama realista, fazendo todas as pausas e expressões corretas.
Os pesquisadores usaram Obama pela grande quantidade de vídeos dele que estão online: esse método só funciona se houver vídeos suficientes para treinar o algoritmo. Isso limita o escopo um pouco, mas coloca figuras públicas em maior risco de manipulação. Em breve, todos os provedores de conteúdo podem ser obrigados a definir políticas para evitar as “novas” notícias falsas.